10 de dez de 2009

Quero-te fora de mim

Sempre procurei algo onde não existia
Sempre procurei algo em ti que não existia
Sempre procurei o impossível
Sempre que o procurei, encontrei pelo menos, uma parte dele

Tinha um coração para de dar
Tinha uma vida para te oferecer
Tinha um sentimento jamais esquecido a relembrar
Tinha amor, alegria tudo e mais alguma coisa para ti

Viraste-me as costas,
Queres fazer tudo isso desaparecer,
Tornas sempre tudo que era possível, em impossível,
Tornas-te isto tudo impossível,
Até que agora, finalmente o posso dizer,
Quero-te fora de mim

Nenhum comentário:

Postar um comentário