11 de jan de 2010

o teu primeiro amor

Apenas duas crianças a tentar viver vidas novas
Tesouros por descobrir juntos, uma vida em si a correr caminhos desenhados por eles
Palavras novas a descobrirem, contos de fadas a tentarem viver
O medo do monstro do armário e as fantasias dos seus sonhos

Apenas duas crianças que se dizem namorados
Com olhares corados e sorrisos destorcidos
Deixa um mistério o porque das borboletas no estômago
Deixa um mistério entre eles os dois

Ele pegou na mão dela e disse "Sabes, eu gosto de ti"
E nesse momento, houve sentimentos a falar por si
Em que se pode chamar
"o teu primeiro amor"


Catarina Sousa

Um comentário:

  1. Muito giro o texto, Catarina :)
    E mudar o Blog da Jessica? Hun? Não? :P
    Beijo <3

    ResponderExcluir