10 de fev de 2010

wake up, it's just a dream

"... porque chovia tanto naquele momento?
apenas corria sem saber onde era a meta em que eu teria de parar, nada me detinha. Nem as pequenas gotas de pura água que me esbatiam na cara.
Corria como a música de fundo na minha mente, a cada pancada era uma pegada minha naquele pequeno fundo da imaginação.
Finalmente tinha acalmado, parei e sorri, sorri como se soubesse que tinha chegado á minha meta, mas não, a minha meta ainda estava muito lá ao fundo, por isso continuei á espera que ela realmente aparecesse. Corria de olhos fechados á espera dos confins do mundo, corria de olhos fechados como senão tivesse medo do que me pudesse aparecer á frente.
Abri-os com o maior desejo deste mundo, e a única coisa que tinha-me á frente, eras tu.
Naquele momento, em que eu nem sabia, qual era a minha própria meta, tu apareceste mesmo no momento em que eu mais queria, e disseste-me o mais importante disto tudo, nada, apenas acompanhaste-me na minha longa jornada, onde ambos sabiamos que a nossa meta, só acabava connosco juntos... "

-Catarina, acorda que temos de ir
-Estava a ser bom de mais, sabes?
-Imagino, todas nós dávamos tudo por um momento desses
-Quando será que ele vai aparecer?

Nenhum comentário:

Postar um comentário