5 de mai de 2010

Vou precisar sempre de ti, independentemente da situação ou da maneira como estamos, sabes disso, e eu também.
Depois de tanto voltamos ao principio, e não me arrependo.
Posso dizer tudo o que quiser, mesmo sabendo o que não o quero dizer.
Posso magoar-te com palavras e acções, mas tu também o me podes fazer.
Mas, e depois? Voltaremos sempre ao principio, e que se lixe o resto, que se lixe o que aconteceu no passado..
O passado fica e ficará p'ra lá, ao menos continuamos juntos, e parece que passou tão pouco tempo, se calhar porque passou, ou então porque há muito mais tempo para passar

Nenhum comentário:

Postar um comentário